Cultivo de milho será maior que soja e Mato Grosso deve ser um dos maiores produtores

Cultivo de milho será maior que soja e Mato Grosso deve ser um dos maiores produtores

sexta-feira, 11 de agosto de 2017

Rate this article:
No rating
 O presidente da Associação Brasileira do Agronegócio (Abag), Luis Carlos Correa Carvalho, disse durante o 16º Congresso Brasileiro do Agronegocio que o cultivo de milho deve se tornar maior que o de soja já nos próximos anos. Ele também afirmou que o estado de Mato Grosso é um dos que tem grande potencial para expandir o cultivo do grão.
 
 
"O centro-oeste brasileiro está fazendo revolução na produção de milho, de acordo com uma pesquisa divulgada pelo Ministério da Agricultura junto com a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa). Teve um crescimento por causa do alto consumo da China e dos biocombustiveis, e a tendência é de nos próximos anos ultrapassar a soja. A possibilidade de expansão do cultivo do milho no centro-oeste é muito grande", disse Luis Carlos.
 
Ele afirmou que houve crescimento na evolução da produtividade e os ganhos só não são maiores porque a perda de grãos por causa da logística do transporte e no armazenamento ainda é alta. O secretário de Articulação e Relações Institucionais da Universidade Federal de Mato Grosso, Fabricio Carvalho, disse que a UFMT também já constatou este crescimento e irá continuar pesquisando este avanço.
 
"O que eu acho que o que mais a gente tem que fazer é estar discutindo, se é o milho que vai substituir a soja, se vai fazer etanol do milho, como é que a gente conseguiu fazr este salto de produção, como que fomos de 22 sacas em um hectare pra mais de 100 hoje", disse Fabrício.
 
Luis Carlos também afirmou que já nos próximos anos o Brasil deve ultrapassar os Estados Unidos na produção da soja. De acordo com ele, hoje, 70% de toda a exportação de soja no mundo é do Brasil e dos Estados Unidos. O secretário Fabricio diz que Mato Grosso já produz mais que os norte-americanos, só que por causa das perdas com logistica ainda ficamos atrás.
 
"Mato Grosso produz tanto quanto os Estados Unidos, em termos de capacidade de produção. O nosso grande gargalo é daí pra frente, a nossa logistica, o que a gente perde no transporte, o que a gente gasta com o problema fiscal, então tudo isso faz com que nosso Estado seja um jogador em potencial, só precisando resolver os gargalos internos. Não é possível produzir como a gente produz sem ter ferrovia, sem ter hidrovia, sendo só pelo meio rodoviário. Então eu acho que Mato Grosso está muito bem no cenério, precisando resolver os nosso problemas internos, e a partir daí pra passar os Estados Unidos é uma questão de tempo. E o produtor tambem, ganha menos da metade do que o produtor americano em função desta questão da logística, então se a gente conseguir equilibrar isso todos sairemos ganhando, o estado e o agricultor", afirmou.
 
Fonte: OLHAR DIRETO

Number of views (47)/Comments (0)

Tags:

Please login or register to post comments.

Cotação (máx)
R$ 2,25
Frango/CE
R$ 2,40
Frango/PR *
R$ 2,43
Frango/SC *
R$ 2,45
Frango/RS *
R$ 2,60
Frango/SP *
R$ 76,48
OvoBranco/SP *
R$ 90,31
OvoVermelho/SP *
R$ 58,50
Soja/RS
R$ 61,10
Soja/PR
R$ 61,50
Soja/SC
R$ 27,17
Milho/PR
R$ 29,33
Milho/RS
R$ 29,75
Milho/SC
R$ 29,93
Milho/SP
R$ 3,52
Frango Resfriado/SP *



Powered by BlueServer

O Setor Avícola é um veículo de propriedade do Grupo Agro.

Endereço: Bairro Santa Maria, Rua Curitiba, 727d. CEP 89812150. Chapecó - SC.

Telefone: (49) 3304 - 9240.