boletim Setor Avícola
Digite seu email:


assinar





Presidente do Instituto Ovos Brasil comenta consequências da queda do dólar para exportações

sexta-feira, 8 de julho de 2011 - 16:37
Share |



No início da semana, o dólar atingiu um dos menores patamares dos últimos 12 anos, a cotação chegou a R$ 1,50. Esta é uma preocupação para quem exporta. O Presidente do Instituto Ovos Brasil, Rogério Belzer fala sobre como a desvalorização da moeda norte-americana se refletiu nas exportações do setor de postura no programa Meio-Dia Rural.

Rural Meio-Dia: Essa desavalorização da moeda norte-americana vem também afetando o setor de vocês?

O setor de produção de ovos comerciais não é diferente dos outros setores. A desvalorização cambial também tem seu efeito em relação as exportações de ovos. Realmente, a desvalorização faz com que nosso produto seja menos competitivo em nível internacional e viabilizando muitas vezes a exportação para o escoamento do produto.

Quais são os principais países compradores hoje?

O Brasil hoje exporta principalmente para os países do Oriente Médio e também para alguns países do norte da África. A exportação de ovo do Brasil não é um segmento expressivo dentro da postura comercial porque o foco principal é o mercado interno, mas sempre se buscou a exportação cpomo altenativa para que se tenha uma melhor distribuição do produto e para que também se tenha preços melhores tanto a nível interno quanto a nível internacional.

Existe um mercado promissor que é a União Europeia. Porque o Brasil não conseguiu avançar nessas dificuldades?

Existem algumas questões que estão sendo negociadas junto a União Europeia e o segmento vem trabalhando junto com o Mapa para atender algumas exigências do bloco. A UE exige que sejam feitas algumas análises de contaminantes para que não haja nenhum tipo de resíduo no ovo que será exportado. Então hoje, estamos trabalhando junto à alguns laboratórios e o MAPA tem nos dado suporte para que se desenvolva essas análises e assim, nós possamos garantir para a UE a segurança de que o produto está dentro dos padrões aceitáveis. Nós evoluímos bastante em relação a essas análises para que em breve estejamos aptos a exportar para a UE. Se bem que, em si, a UE não é um mercado tão interssante mas o fato o de você estar habilitado dá condições que outros mercados se abram.

Há uma grande preocupação para aumentar o consumo de ovos no Brasil. Vocês fazem algumas ações nesse sentido.

Felizmente, de um tempo para cá, o ovo já considerado como umn produto essencial para ser consumido rico em vitaminas e proteínas.Por muito tempo, o ovo foi tido como um vilão por informações errôneas. O trabalho do Instituto Ovos Brasil é justamente esse, fazer com que a população em geral, os médicos e os nutricionistas, tenham as informações corretas, informações mais atualizadas. Então estamos buscando divulgar pesquisas mais recentes mostrando que realmente o ovo é um dos produtos de melhor qualidade nutricional e com um preço barato, e se formos analisar, apesar de toda a melhora econômica do Brasil ainda temos uam parcela da população que não se alimenta de forma adequada. O ovo é a proteína perfeita para que se tenha uma população melhor alimentada. Então nós estamos trabalhando bastante nesse sentido, fazendo congressos e trabalhando para que as pessoas sejam melhores informadas e conheçam melhor o ovo exatamente para que ele não tenha mais aquele estigma que, hoje em dia, as pessoas reconhecem que não seja mais verdade.


Canal Rural







.
adicionar comentário 

Título   Email
adicionar


cotações (máxima)
Frango/SC *
2,12
Frango/PR *
2,15
Frango/RS *
2,20
Frango/CE
2,25
Frango/SP *
2,25
OvoBranco/SP *
62,77
OvoVermelho/SP *
79,80
Soja/PR
56,35
Soja/RS
57,84
Soja/SC
58,30
Milho/SP
21,15
Milho/PR
21,25
Milho/SC
23,25
Milho/RS
24,33
Frango Resfriado/SP *
3,06
 
28/7/2014



enquete
Campanha para acabar com mito anuncia que toda carne de frango brasileira é produzida sem uso de hormônios.Você acredita que isso ajudará a aumentar consumo de frango?

votar

Copyright © 1999 - 2014 - Todos os direitos reservados. All rights reserved.  

O Setor Avícola é um veículo de propriedade do Grupo Agro e as empresas Tendências Representações Comerciais Ltda e GA-Agro Editora e Veiculações Ltda.
Endereço Av. Irmãos Picolli, 338 Cx. postal 43 CEP 89642-000 Tangará - SC, Telefone (49)3532.1408